segunda-feira, 23 de novembro de 2009

i don't want a birkin

É verdade. A Birkin não é a carteira dos meus sonhos. Não é, sequer, a mala que eu compraria assim que pusesse a mão numa 2.55. Antes há a Balenciaga City, um amor antigo. Não é tão "icónica"? Who cares? Será que as mulheres de jogadores de futebol que se passeiam com uma Birkin sabem verdadeiramente o que têm nas mãos, ou tudo não passa de uma questão de marca e exibição de um luxo despropositado - e inexistente? Claro que, como fashion lover, me atrai o simbolismo e o lado prático (ahahah - I mean it) da carteira estrela da Hermès. Mas acho-a demasiado cara. É mais que uma extravagância. Só tendo muito, muito dinheiro, versão não-sei-o-que-fazer-com-estes-quatro-milhões é que pensaria em pôr o meu nome na lista desta desejada it bag. Por isso não, não perco horas de sono a pensar nela. Talvez seja este meu eterno vício de ser do contra now and again, só que a minha alma fashionista está imune à Birkin bag. Podem começar a atirar-me pedras.

4 comentários:

apipocamaisdoce disse...

Eu também não quero. Tenho uma roxa maravilhosa, igualita, da Misako. 20 euritos.

The Stiletto Effect disse...

Para ser sincera eu nem sequer a acho uma mala bonita! Para além que me canso de malas facilmente. mesmo que pudesse comprar uma, não a iria usar muito! It's so not my style!

mademoisellejoanne disse...

Preferia ter uma 2.55, uma alma preta do Louis e uns sapatinhos da jimmy choo (acho que ficava quase pelo mesmo preço!)
Eu tenho uma parecida da parfois em tons camel muito linda=)
***

N disse...

Por acaso também durmo bem sem ela.