quinta-feira, 11 de fevereiro de 2010

(the end)


Apaga-se a luz. Só ficam os sonhadores, os destemidos, os boémios e os loucos deste nosso pequeno mundo. Apaga-se a luz e as estrelas no céu, descobre-se, foram antes estrelas na terra. Os que querem mais, os que sentem diferente, os que olham mais além, os que ouvem mais alto, esses que parecem ocos no meio da multidão; os génios dos amanhãs impossíveis, das ideias que ainda não têm palavras, esses que vão embora tão depressa... Apaga-se sempre a luz. Mas nunca se esquece o tempo que a nossa vida foi iluminada pelo seu dom de fazer magia. Alexander McQueen, aos 40 anos, era cedo demais. 

2 comentários:

Anónimo disse...

Fiquei muito triste com a notícia ontem.Hoje, o teu texto emocionou-me.
Raquel

S. disse...

O mundo da moda ficou mais pobre :( achei esta colecção dele magnifica!